Foco na notícia

MENU
Logo
Sábado, 24 de outubro de 2020

Policial

Eunápolitano morre ao defender a filha de ladrão que invadiu a casa da família

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O jovem Eunápolitano robenilson Bento lira, de 32 anos, foi morto a tiros ao defender a sua filha de apenas seis anos, durante uma tentativa de roubo e estupro na cidade de Ipatinga/MG, onde residia e trabalhava, o crime aconteceu na madrugada deste domingo (21), por volta das 5:00hrs da manhã. Robinho como era mais conhecido acordou ao ouvir os latidos do cachorro da familia, ao se dirigir ao quarto da filha ele encontrou o criminoso já dentro do quarto e a criança despida sobre a cama.

Graças a ação do pai, alertado pelo cão, a criança não foi estuprada, assustado por ter sido visto o criminoso desferiu um tiro contra Robinho, acertando as costas da vítima, a bala transfixou saindo pelo abdômen, mesmo ferido Robinho ainda entrou em luta corporal com o bandido juntamente com sua esposa, o criminoso conseguiu fugir pulando uma janela. Uma equipe do Samu foi chamada para prestar os primeiros socorros e o encaminhou para o hospital Márcio Cunha, onde ao chegar foi imediatamente levado para o centro cirúrgico devido a gravidade do ferimento, a vítima nao resistiu aos ferimentos e Foi a óbito na tarde deste domingo por volta das 14:00hrs.

O local do crime foi periciado por equipes da Polícia Civil, enquanto equipes da Polícia Militar fizeram rondas em busca do autor do crime, ainda na manhã deste domingo João Vitor Silva Pereira, de 20 anos, foi apresentado na delegacia de Polícia Civil, após a polícia estourar uma boca de fumo no bairro Planalto, João Vitor saiu da cadeia  há 45 dias, ele havia sido preso por roubo a mão armada, mas já tinha passagens por tráfico de drogas, em interrogatório João Vitor confessou a autoria do crime, mas alegou que não tinha à intenção de estuprar a criança e que seu objetivo era o de roubar pertences da família, apesar da alegação, o autor confesso responderá por homicídio e tentativa de violência sexual contra a criança, a polícia segue investigando o caso.

À redação Eunanews está de luto por esse fato, Robinho foi um colega de escola nos tempos da juventude, na época fomos companheiros no colégio Eloina barradas, desejo aqui meus mais sinceros sentimentos a toda família e amigos.

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível