Foco na notícia

MENU
Logo
Sexta, 07 de maio de 2021

Importante

caso das quatro garotas desaparecidas segue sem solução.

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Completando 9 meses no proximo dia 30, o mistério a cerca do desaparecimento das 4 garotas no bairro juca Rosa, segue sem uma resposta a sociedade. Ate o momento nao se tem informações de suspeitos presos ou da localização dos corpos. Na epoca o caso teve repercussão Nacional, chegando a ser matéria do jornal Nacional e dos sites G1, R7, UOL e TERRA.

RELEMBRE O CASO:


EUNÁPOLIS - Após participar de festa em barco em Trancoso, acompanhadas de traficantes ligados ao MPA, facção criminosa que atua na região, quatro garotas estão desaparecidas em Eunápolis, segundo as primeiras informações as jovens foram levadas de casa na tarde de segunda-feira (27/07/20) por criminosos que chegaram em duas motos e as obrigaram à acompanha-los. A festa teria ocorrido no domingo (26), vídeos através das redes sociais mostram as garotas dançando ao lado de criminosos. 

Ao retornarem para Eunápolis as jovens foram para o bairro Juca Rosa, local onde uma delas reside, na tarde de segunda-feira por volta das 16:30, conforme apurou a polícia Civil, as jovens foram levadas para um "desembolo", termo usado para acerto de contas. A cidade de Eunápolis é na sua maior parte liderada pelo PCE. "As facções PCE e MPA vivem uma verdadeira guerra por controle de territórios, e estar dos dois lados é o mesmo que entregar cartas pra Deus e pra o diabo" disse um policial a nossa redação. 

INICIO DAS BUSCAS:

Na tarde desta quarta-feira as polícias Civil e Militar fizeram buscas pelas jovens, Jheniffer Amorim Santos, 18 anos, Kethelin Ferreira Fortunato, 17, e as irmãs Cibele Rocha Mello, 17 e Maria Eduarda Oliveira da Rocha Mello, 15 anos, em uma área de mata localizada entre os bairros Juca Rosa e Rosa Neto, segundo os policiais o local é costumeiramente usado para desovar cadáveres, e vem sendo usado como cemitério clandestino por criminosos, "Esse tipo de ação é conhecido como julgamento no tribunal do crime e raramente alguém sai com vida, pois o intuito dos criminosos é realmente cometer o assassinato" apontou um policial

NOVAS BUSCAS:

Após denúncias anônimas, a polícia Civil de Eunápolis retomou na terça-feira (11/08/20), as buscas. O local indicado, foi uma área de difícil acesso, localizada aos fundos do cemitério da saudade no Juca Rosa. Diversas denúncias apontavam o local como sendo de desova de cadáveres, nas buscas os policiais da delegacia territorial, fizeram uso de cães farejadores, mas nada foi encontrado, diversas outras incursões foram realizadas sem exito.

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível