Foco na notícia

MENU
Logo
Sexta, 03 de julho de 2020

Política

A DECADÊNCIA DO IMPÉRIO ROBERISTA

Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

EUNÁPOLIS - Ainda é maio e, salvo engano, o mandato de Roberio Oliveira apenas termina em dezembro. Mas já não produz nada além de embaraço, escândalos e a tentativa de sobrevida com medidas desesperadas de emplacar um nome caso o gestor até então inelegível não seja candidato. Goleado nas pesquisas de aprovação de mandato  e nas que apontam os melhores colocados para o pleito de 2020, o prefeito poderia ficar na dele, fechado na defesa para não piorar as coisas. Mas não. Diz que pensa em reeleição e se lança ao ataque, aos trancos, em busca do gol de honra, um aplauso qualquer, um ponto porcentual nas pesquisas. Às vezes por conta própria, mas quase sempre dando ouvidos aos  marqueteiros do seu grupo político.

Dando a entender que sabe, sim, de sua impopularidade, até as contas do ex prefeito e companheiro de grupo, Neto Guerrieri, foram aprovadas na última semana, demonstrando seu desespero em ter no grupo alguém que tente fazer frente à pré candidatura de Cordelia Torres, que lidera todos os cenários de pesquisas feitas até então. Ligado a escândalos de corrupção como as operações Genesis e fraternos, Além dos escândalos na educação, o nome de Roberio demonstra um desgaste inaceitável para qualquer possível Candidatura. O gestor além de se queimar, parece ter atingido todo seu grupo com o desprezo popular, basta ver o resultado que obteve a sua filha e candidata a deputada estadual, Larissa Oliveira, Lara não emplacou e amargou uma dura derrota no embate com Cordelia.

A sequência de derrotas do grupo roberista, aliadas a debandada de vereadores para outro grupo político, somando aos vários pré candidatos pulando do barco em busca de sobrevivência, mostra a decadência do agora ex todo poderoso Robério oliveira.

POR: Caetano Eunanews 

Comentários:

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível