Bahia

Viúva de empresário morto em quarto de pousada é presa na Bahia

Por: Redação |

A viúva do empresário Leandro Troesch, encontrado morto dentro de um dos quartos da Pousada Paraíso Perdido, foi presa nesta segunda-feira (9), na cidade de Iaçu, que fica a cerca de 280 km de Salvador. Ela está sendo transferida para a capital nesta manhã.

Shirley da Silva Figueredo foi detida por descumprir as medidas de prisão domiciliar, nesta segunda-feira (09). Ela estava foi condenada a nove anos de detenção, por participar de um crime de extorsão mediante sequestro, junto com o marido, Leandro Troesch.

Ela foi condenada a nove anos de detenção, por participar de um crime de extorsão mediante sequestro, junto com o marido, em 2001. Shirley estava em prisão domiciliar e fugiu após a morte de Leandro.

Ele foi encontrado morto no dia 25 de fevereiro, dentro da própria pousada, que fica em Jaguaripe, no baixo sul da Bahia. A polícia acredita que Shirley tem envolvimento na morte do então companheiro, e informou que a prisão dela "vai ajudar a esclarecer as circunstâncias da morte do empresário".

Delta

Veja outras matérias