Bahia

Possível guerra entre famílias ciganas deixa cinco mortos em apenas 12hrs.

Por: Redação |

Primeiro crime 

Na noite dessa terça-feira 11 de janeiro, por volta das 19:40 hs, os policiais da cidade de Dias D’Ávila, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), foram acionados para atender o pedido de socorro de um jovem que, trancado do banheiro da sua residência, informava ao pai que seus avós, um casal de ciganos, haviam acabado de ser executados a tiros.

Os ciganos Orlando Alves, de 59 anos, e sua mulher, Luciene Alves de Oliveira, de 56 anos, foram mortos na porta da casa dos dois, localizada na Rua dos Jardins, conhecida como a “Rua dos Ciganos”, no Parque Petrópole. Os corpos de Orlando e Luciene tinham diversas perfurações provocadas por projéteis de arma de fogo na cabeça e tórax. O neto das vítimas não soube informar as características dos suspeitos e nem a motivação do crime

Segundo crime 

Já na manhã desta quarta-feira (12), um novo ataque deixou três membros da mesma família mortos no parque Real serra Verde, em Camaçari. Segundo informações policiais, os mortos são parentes de Orlando Alves, de 59 anos, e sua mulher, Luciene Alves de Oliveira, de 56 anos, assassinados ontem em dias D’Ávila. 

A linha de investigação é de que a motivação seja uma disputa entre famílias ciganas. Na Bahia nos últimos anos. Cerca de 50 ciganos ciganos já morreram decorrente dessa guerrra travada entre as várias famílias ciganas baianas.

 

 

 

Prefeitura de Eunápolis

Veja outras matérias