Esporte

No vôlei de quadra masculino, Brasil perde para Comitê Olímpico Russo e vai disputar o bronze

Por: Redação |

A seleção masculina de vôlei foi derrotada pela segunda vez nas Olimpíadas de Tóquio em um jogo contra o Comitê Olímpico Russo (ROC). Os brasileiros fizeram um bom primeiro set mantendo a liderança em mais de metade do tempo, mas caiu nas rodadas seguintes e fechou com um placar de 1 a 3.

Agora, enquanto os russos vão disputar uma medalha de ouro ou prata, a seleção vai tentar o bronze contra o perdedor do embate entre França e Argentina, marcado para às 9h desta quinta-feira (5) Nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, o Brasil também enfrentou os russos em uma semifinal.

Contudo, à época, com uma vitória por 3 sets a 0 garantiu uma medalha de ouro na final ao bater a Itália. Egor Kliuka iniciou o jogo fazendo o saque pela Rússia e entregou para o Brasil uma recepção complicada. Contudo, o time conseguiu levantar a bola e Wallace marcou o primeiro ponto do set.

Na sequência, Artem Volvich marcou e o placar ficou empatado. Aos 11min, Yoandy largou a bola na quadra adversária definindo o momento em que os brasileiros assumiram, definitivamente, a liderança do jogo. Sem a Rússia conseguir sequer encostar, o primeiro set terminou aos 28min com 25 a 18 para o Brasil. O segundo set também começou com um empate. Contudo, a Rússia conseguiu abrir vantagem, chegando à parcial de 9 a 15 aos 16min de jogo.

No setpoint para os adversários, o Brasil conseguiu reduzir a diferença de pontos, mas os russos conseguiram marcar e fecharam o set aos 31min com placar de 21 a 25. Ponto a ponto, o terceiro set também foi acirrado. A liderança foi sendo alternada entre os competidores, até que o Brasil conseguiu abrir três pontos de vantagem aos 8min, com uma parcial de 9 a 6 e chegando a 20 a 12 nos 20min.

A seleção vinha mantendo boa diferença de pontuação, mas não aproveitou tão bem e, nos últimos minutos de jogo, os russos viraram, terminando a partida com 22 a 19 no placar. Diante de uma possível terceira derrota, o quarto set se iniciou com o Brasil garantindo dois pontos de vantagem.

Aos cinco minutos, os russos já tinham empatado - e a briga pelo topo do placar envolveu o set inteiro. Aos 32min, com o placar de 23 a 24 para o Comitê Olímpico Russo, os adversários marcaram o ponto final com o saque de Egor Kliuka.

Delta

Veja outras matérias