Brasil

Justiça determina filiação de atriz pornô no PT

Por: Redação |

Após péssima repercussão da notícia da filiação da atriz no partido, o PT decidiu barrar a filiação de Ester Caroline Pessato, de 24 anos ” conhecida popularmente como tigresa”, no partido.

Porém, na última quarta-feira (25), a justiça eleitoral do Mato Grosso determinou a filiação da atriz ao PT.

A partir de agora, a jovem tem o direito de se candidatar como deputada estadual do Mato Grosso.

Na decisão, o juiz Alexandre Paulichi Chiovitti, da 38ª Zona Eleitoral de Mato Grosso, determina que o PT da cidade de Barão de Melgaço deve submeter a lista de filiados do partido em três dias e no documento deve constar o nome de Ester.

Paulo Lemos, advogado de defesa da atriz, alegou no processo que Ester foi alvo de preconceito. Ela realizou a filiação por meio do site do PT, que foi confirmada no dia 2 de abril. O anúncio da pré-candidatura da Tigresa ocorreu durante um evento do partido, em Cuiabá, no dia 14 de abril.

Entretanto, quatro dias depois do evento, o Diretório Estadual fez uma votação por meio de um grupo no WhatsApp e decidiu pela suspensão de Ester.

Ester ganhou uma grande popularidade no Brasil, após gravar um vídeo convencendo um rapaz ainda virgem a fazer sexo oral nela. Após a viralização do vídeo, ela ganhou uma imensa popularidade nacional e internacional.

Delta

Veja outras matérias